Contos

O Imperador e Eu – Capítulo 21 – Um pedido Inesperado

Alexandre: toda lenda tem seu fundo de verdade não é Chadin?

Ele sabia de alguma coisa, a confirmação de minha suspeita veio agora.

Chadin: de fato sim, bom se me derem licença vou me retirar, aproveitem o banquete.

Levantei e sai andando, Alexandre ia falar algo mas se calou.

Viviane: Ora permitame acompanha-lo.

Chadin: minha senhora, não precisa de permissão.

Viviane: precisamos conversar.

Chadin: sim, melhor em seus aposentos.

Viviane: claro, as paredes principalmente de palácios costumam ter ouvidos.

Já nos aposentos de Viviane.

Viviane: pronto podemos falar melhor aqui.

Chadin: sim, o que a trás tão longe de Avalon?

Viviane: eu senti que ia precisar de mim, e da deusa, foi como um aviso.

Chadin: Viviane por que Galahad veio , depois de todo esse tempo.

Viviane: nós não sabemos a vontade de deusa querido, mas a história de vocês não era para ter sido assim, por algum motivo se distanciaram e o tempo criou muitas barreiras entre vocês.

Chadin: ninguém sabe o quanto eu sofri quando ele foi embora e agora isso, e aquela canção lá embaixo.

Viviane: ela mecheu com você meu menino.

Chadin: sim, ela foi feita para mim, ele escreveu ela para mim, mas não era uma canção de tristeza e sim amor.

Viviane: muitas vezes querido a maior tristeza de um homem é amar.

Chadin: acho que eu que mais sei disso.

Viviane: você ainda ama Galahad?

Chadin: quando eu o vi, meu coração disparou como antes, acho que nunca deixei de ama-lo, apenas adormeci esse sentimento.

Viviane : e seu marido você o ama ?

Chadin: sim amo muito, me sinto feliz , protegido, ao lado dele , do mesmo modo que me sentia com Galahad, a Viviane pode um coração amar duas pessoas ou mesmo tempo?

Viviane: é um dilema e tanto, mas só você pode descobrir qual o grau de amor que dedica a cada um mais, e escolher entre o passado e o futuro.

Chadin: eu pensei nisso.

Viviane: seu marido sabe de Galahad?

Chadin: desconfia.

Viviane: não é melhor contar logo a verdade.

Chadin: eu tenho medo da reação dele.

Viviane: é melhor ele saber a verdade da boca de quem ama do que de terceira.

Chadin: eu sei

Viviane: e os bebês como vão aí dentro?

Chadin: a sim são bebês?

Viviane: haha sim querido , e acho que pode encomendar mais dois berços.

Chadin: mais dois? pela deusa .

Viviane: essa crianças já estáo destinadas a vir ao mundo, elas faram coisas grandiosas .

Chadin: destino , destino , veja que peça me pregou, as vezes fico pensando como seria a minha vida com Galahad?

Viviane: muitas vezes é melhor deixamos de imaginar o que poderia ter sido, mas não aconteceu, como disse nem sempre nossas vontades são as vontades dos deuses. Saindo do quarto de Viviane, ouço uma voz, era Galahad.

Preciso falar com você.

Chadin: acho que temos muito a ser dito um para o outro.

Galahad : é por isso que vim, tenho uma dívida a ser acertada.

Chadin: ficou esperando muito tempo onde estão os outros?

Galahad: os outros se recolheram, acho Greensleeves que minha sina é de esperar, por mais que eu lute contra isso dentro de mim.

Chadin: por favor Galahad não me chame assim, você esperar? você que me deixou esperando.

Galahad: eu tive medo.

Chadin: medo de que Galahad, eu me entreguei a você, meu corpo meu coração, meu amor e você fez o que ? me deixou

Galahad: tive medo de te perder, medo por nós, medo do sentimento , mas vejo que foi a maior estupidez de minha vida telo deixado, cada vez que lembro é um pedaço do meu coração que morre.

Chadin: e você acha que para mim foi fácil.

Galahad: parece que sim , se casou logo em seguida, e olhe sabe se lá como está esperando um filho.

Chadin: você não sabe o que passei Galahad, eu me casei sim, por um acordo de meu pai, casei obrigado para salvar meu povo, e esse filho que foi presente dos deuses é o fruto desse casamento, do amor que construí.

Galahad: amor que construiu, me parece mais que aceitou uma situação.

Chadin: não me venha com ironia Galahad.

Galahad: você esqueceu de nossos votos, firmados na presença da deusa.

Você ainda é meu Greensleeves, e perante ela ainda somos casados e vim te pedir algo, pela última vez ,mais devo pedir, venha embora comigo?

Continua…

Tags

Related Articles

1 thought on “O Imperador e Eu – Capítulo 21 – Um pedido Inesperado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close